Chá de dente-de-leão faz uma ‘faxina’ nas impurezas de nosso corpo

Está aí uma boa opção para o período pós-festas de final de ano. Sabe quando a gente exagera na comida e bebida, e precisa de algo para ‘limpar’ o organismo? O chá de dente-de-leão é a dica de hoje para aliviar o exagero, principalmente de substâncias não muito saudáveis.

Boa parte da popularidade da planta no mundo inteiro está associada à sua capacidade de eliminar as toxinas do sangue, desentupir os canais biliares e, portanto, beneficiar o fígado.

E olha que não é só sabedoria popular, viu? Vários estudos têm confirmado o poder do chá de dente-de-leão neste sentido, especialmente na Alemanha, onde é bastante conhecido.

A erva ainda ajuda a diminuir o colesterol, é fonte de vitaminas (A, C, E, D e complexo B) e minerais (potássio, ferro, cálcio, zinco). Ou seja, uma combinação que também dá ao dente-de-leão poderes antioxidantes.

Chá de dente-de-leão

Só para você ter uma ideia, o potássio, por exemplo, participa da contração dos músculos, da condução dos impulsos nervosos, produção de energia, frequência cardíaca e síntese de ácidos nucleicos e proteínas.

O ferro previne a anemia e é aliado do coração; o zinco, que é antioxidante, age na digestão de proteínas e na disfunção sexual, principalmente na masculina; o cálcio, é bom lembrar, é fundamental para a saúde de dentes e ossos. E todos eles estão presentes no dente-de-leão!

Outra boa notícia é que, além de muito nutritivo, tem pouco valor calórico. São apenas 25 calorias por xícara de dente-de-leão. E seu conteúdo nutricional costuma ser maior do que a grande maioria dos vegetais.

É uma espécie tão fácil de ser propagada que é considerada por muitos uma erva daninha. Até as crianças auxiliam na disseminação dela, soprando suas sementes ao vento.

Seu sabor é amargo. E para consumir o dente-de-leão vale aproveitar suas folhas, flores e raízes. As folhas geralmente são ingeridas refogadas, cozidas ou cruas.

Já as flores e raízes, cruas ou cozidas. Um detalhe interessante: torrar e moer as raízes de dentre-de-leão proporciona um substituto do café.

Mas, normalmente, a planta é ingerida no formato chá, tintura ou cápsula.

Como fazer o chá de dente-de-leão

  1. Adicione 1 colher (sopa) de raízes em 1 xícara de água fervida
  2. Abafe e aguarde cerca de 10 minutos
  3. Coe e beba o chá logo em seguida

Curiosidades e outras informações sobre o dente-de-leão

A planta dente-de-leão é ingrediente na culinária em diversos países europeus. O costume por lá é utilizá-la em sucos e saladas.

Quanto ao chá de dente-de-leão, ele é usado há séculos para vários problemas de saúde, devido sua gama de propriedades.

Nos Estados Unidos, por exemplo, a erva sempre foi empregada na produção de licor.

No nordeste brasileiro, é também chamada de ’esperança’. Em outras localidades do Brasil, é conhecida como: alface-de-cão, amargosa, amor-de-homem, taraxaco etc.

Propriedades e indicações da planta dente-de-leão

  • Ajuda tratar arteriosclerose
  • Atua em casos de diabetes, problemas no fígado, hepatite e obesidade
  • Auxilia no tratamento de astenia e artrose
  • Colabora com a redução de distúrbios menstruais
  • Como possui alto valor de potássio, sua atuação diurética não prejudica o equilíbrio do organismo durante a expulsão de excesso de líquidos corporais
  • Contém mais vitamina A do que a cenoura
  • Contém proteínas
  • Contribui para controle da celulite
  • Depurativo
  • É coadjuvante em quadros de cirrose, cistite e cálculos biliares
  • Fonte abundante de vitaminas
  • Fornece riboflavina e vitamina B6
  • O chá de dente-de-leão tem ação diurética importante, especialmente nas folhas
  • Oferece minerais (cálcio, potássio, cobre, magnésio e ferro)
  • Pode colaborar com o emagrecimento, porque é diurética
  • Possui compostos como a tiamina
  • Proporciona a mesma quantidade de cálcio de 1/2 copo de leite (em uma xícara de chá)
  • Rica em minerais
  • Rica em vitamina C
  • Serve para tratar varizes, distúrbios na vesícula, gastrite e prisão de ventre, uma vez que é um laxante leve
  • Traz inulina e pectina em sua composição

Das folhas às raízes e flores, dente-de-leão é uma verdadeira fera quando o assunto é cuidar da saúde. Experimente você também. O chá de dente-de-leão é fácil e rápido de fazer. Aproveite a receita de hoje!

Até breve….

Recomendados para você: