Chá de Kava serve para agitação ou tensão nervosa; saiba mais

Kava, kava-kava, cava-cava, cavacava, kawa-kawa, tonga, yangona ou “pimenta embriagante”. As formas de chamar e escrever são muitas, assim como as propriedades desta planta medicinal. Porém, seu uso pede cautela devido ao alto potencial tóxico dela.


Benefícios

Ela atua em órgãos como baço, fígado e coração, e possui ações sedativa, analgésica, ansiolítica, relaxante e muscular, entre outras. Mas a ansiedade é uma das queixas mais frequentes entre os que buscam auxílio no chá de kava.

Outras utilidades da planta, que cresce nas ilhas da Polinésia Ocidental são: redução de insônia, angústia nervosa e estresse; combater infecções urinárias, cansaço, depressão, inflamações e, ainda, fazer assepsia.

As propriedades medicinais do chá de kava incluem também: afrodisíaca, anestésica local, anticonvulsivante, espasmolítica e narcótica.

Estudos preliminares comparam os efeitos da kava aos dos benzodiazepínicos, sem, no entanto, causar as reações adversas comuns a este tipo de remédio.

No Brasil, a kava-kava é encontrada em chá, cápsulas ou comprimidos fitoterápicos. Talvez você já tenha visto nas farmácias alguns deles (Natuzilium, Kompaz, Kavahexal, Calmiton, Ansiopax, Kavasedon e Kavakan).

Confira os princípios ativos e componentes da kava

• Ácido benzoico
• Ácido cinâmico
• Açúcares
• Bornil-cinamato
• Cavaína
• Cavalactonas
• Cinamilidenacetol
• Desmetoxiyangonina
• Dihidrocavaína
• Dihidrometisticina
• Dihidroyangonina
• Dimetoxidihidrocavaína
• Dimetoxiyangonina
• Estigmasterol
• Flavocavaínas
• Glicosídeos
• Metisticina
• Metoxiyangonina
• Mucilagens
• Pipermetistina
• Pironas
• Tetrahidroyangonina
• Yangoninas

A planta, que pode chegar a 6 metros de altura, possui grandes folhas em formato de coração. Seu nome científico é Piper methysticum.

Para fazer o chá de kava, é utilizada a raiz, comercializada em extrato. O produto é vendido em lojas especializadas, alguns mercados, feiras livres e pela internet.

Lembrando que é importante procurar sempre bons fornecedores de ervas medicinais para garantir seus benefícios. No caso específico da kava, não basta encontrar as melhores marcas. A planta só deve ser consumida com indicação médica.

Efeitos colaterais e contraindicações

O chá de kava pode provocar grave toxicidade sobre o fígado, principalmente quando ingerido por longos períodos.

Os efeitos colaterais em outros níveis costumam ser: sonolência, intolerância gastrintestinal, rush cutâneo, tontura, apatia, síndromes psicóticas, ataques epilépticos, problemas nos rins, anormalidades no sangue e redução dos reflexos em pessoas sensíveis.

Por precaução, o chá de kava deve ser consumido de maneira intermitente, ou seja, com interrupções.

A cava-cava deve ser ministrada com cuidado especial em pessoas que usam anticoagulantes, alcaçuz ou plantas diuréticas.

O chá de kava potencializa as consequências dos barbitúricos e do álcool, e altera a capacidade de operar máquinas ou dirigir.

A planta é contraindicada para gestantes, lactantes e pessoas em tratamento antidepressivo, com doenças hepáticas, mal de Parkinson, usuárias de ansiolíticos, antidepressivos, antipsicóticos ou qualquer remédio que provoque depressão do sistema nervoso central.

Kava: história e curiosidades

Até hoje, nativos do Pacífico oferecem a seus visitantes uma bebida amarga feita à base de cava, que serve tanto para fins medicinais quanto para rituais religiosos. E foram justamente estes povos que começaram a propagar o chá de kava ao receber os europeus em suas terras.

O primeiro europeu a ter contato com esta erva teria sido James Cook (1768-1771); enquanto a primeira citação botânica ficou por conta de Johann G Foster.

Lembra do nome oficial da planta, Piper methysticum? Então, a denominação “Piper” é uma alusão ao seu sabor picante; já “methysticum”, que vem do grego “methu”, significa bebida embriagante.

A palavra kava remete ao seu teor aromático em suas regiões de origem.

Diz-se que o uso da kawa-kawa começou a partir da observação de ratos, que roíam as raízes do arbusto, caiam imóveis e, depois de certo tempo, voltavam ao normal.

Antigamente, as pessoas mascavam ou maceravam com pilão as folhas e raízes da kava. Hoje, a planta é encontrada industrializada na maior parte do mundo, sendo vendida como poderoso ansiolítico natural.

Até a próxima com mais chás para você!

Recomendados para você:

Compartilhe com seus amigos!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •