Chá de Macela: ajuda acalmar e até emagrecer

Chá de Macela é um dos aliados da perda de peso porque ajuda no controle da ansiedade. Só que essa flor amarela de perfume inconfundível tem muito mais a oferecer. Quer saber o quê? Para começar, confira suas principais propriedades e benefícios:

  • Alivia a retenção de líquidos
  • Contribui com a saúde dos cabelos, incluindo controle de queda
  • Favorece a pele
  • Auxilia na redução do estresse e nervosismo
  • Ameniza cólicas intestinais
  • Diminui contrações musculares bruscas
  • Melhora a digestão, agindo na prevenção de disfunções gástricas
  • Possui ação desodorante contra mau cheiro nos pés
  • Serve de coadjuvante no tratamento de resfriados
  • Ajuda a regular a menstruação
  • Colabora em casos de epilepsia, cefalalgia, conjuntivite e dor de cabeça
  • Tende a atuar de forma positiva no reumatismo e na impotência sexual
  • Colabora com a saúde intestinal, uma vez que age no tratamento da diarreia
  • Combate males do estômago, tais como dores e azia

Como usar a macela? O ideal é fazer um chá de suas flores, que pode ser bebido ou usado externamente. Isso depende da necessidade e do aconselhamento médico.

Se for o caso da ingestão, normalmente é feita uma infusão na medida de duas xícaras pequenas das flores para cada meio litro de água. Em geral, a bebida é consumida até seis vezes ao dia, depois das refeições.

Para uso na pele ou cabelos, é preciso fazer uma infusão de 30 gramas das flores para um litro de água, aplicando o chá com ajuda de compressa três ou quatro vezes ao dia. A dica vale para limpar ferimentos, úlceras e minimizar o chulé também.

Quer ter um sono mais tranquilo? Preencha seu travesseiro com macela, e garanta noites mais relaxantes graças à aromaterapia.

Lembrando que, para obter o efeito terapêutico correto, é preciso levar em conta diversos fatores: produção longe de fontes poluidoras; devidas identificação e colheita da planta; boas condições de higiene e armazenamento; preparação adequada.

Atenção: é fundamental o acompanhamento especializado, a supervisão profissional de um fitoterapeuta ou naturopata ao administrar ervas. As plantas medicinais podem ter contraindicações, efeitos colaterais e interações medicamentosas.

O conteúdo deste post tem função de informar. Apenas um médico pode decidir o que é melhor para cada pessoa e prescrever tratamentos de acordo com a situação específica.

Falando em contraindicações, o Chá de Macela não é indicado para quem está em tratamento com quimioterapia ou apresenta alergia a algum dos componentes da planta.

Além disso, a erva possui efeito hipoglicemiante. O que significa mais cuidado por parte dos diabéticos ao consumir a espécie. É fundamental contar com acompanhamento médico principalmente em condições assim.

A precaução serve ainda quem está sob ação de sedativos, analgésicos e barbitúricos.

Chá de Macela: curiosidades e outras informações

Existe uma tradição no Rio Grande do Sul de colher a macela na sexta-feira da Semana Santa antes do nascer do Sol. Quem faz isso acredita que o costume aumenta as propriedades e, portanto, os benefícios do Chá de Macela.

Não se sabe como tal hábito começou. No entanto, ele faz parte da cultura gaúcha. Tanto é que a erva é considerada símbolo de planta medicinal naquele estado.

Na internet, há relatos de pessoas que dizem ter largado o vício em cigarro e comida com auxílio do Chá de Macela, graças às suas propriedades calmantes, ansiolíticas.

O que é bastante compreensível, pois estresse, ansiedade e outros fatores emocionais costumam contribuir muito neste sentido. Quem nunca passou por momentos mais difíceis e acabou descontando no prato?

Problemas, doenças, mudanças no rumo da vida fazem com que hábitos ruins apareçam e acabem prejudicando no equilíbrio mental e, por consequência, o físico. Sem falar na predisposição maior que algumas pessoas possuem ao ganho de peso.

Espero que o Chá de Macela possa auxiliar você no que for possível para garantir bem-estar e uma rotina mais leve.

Saúde! Até breve…

Recomendados para você: