Chá de nogueira: propriedades, usos e receita

Diferentes partes da nogueira podem ser usadas para fazer um chá repleto de benefícios. A casca, por exemplo, tem ação adstringente, antifúngica, detergente, purgante e laxante; suas folhas e frutos são anti-inflamatórios. Toda a planta é capaz de substituir antissépticos.

O chá de nogueira costuma ser recomendado nas seguintes situações: doenças no aparelho urinário ou no útero; anemia, dermatose, diabetes, inflamação nos ovários, gota, icterícia, hemorroidas, mau hálito, fraqueza; reumatismo, sangue impuro, diarreia, pele seca e transpiração.

A bebida também auxilia na redução da glicose encontrada na urina, sendo útil aos diabéticos.

Já as folhas da nogueira produzem um óleo aromático.

Chá de nogueira

Além disso, a erva ajuda na limpeza íntima feminina (banho), cicatrização de ferimentos, tratamento de tumores, erupções de pele, e a repelir insetos.

Entre os princípios ativos da nogueira, encontram-se inosina, taninos, pécticos, juglona, minerais resinosos e jugladina.

Nogueira: curiosidades, vantagens e precauções

A nogueira é uma árvore oriunda da Europa e Ásia. Oferece excelente madeira e é capaz de chegar a 25 metros de altura. O que faz dela ótima opção na fabricação de móveis de qualidade incomparável.

A espécie faz parte da família Juglandaceae, tem casca de cor acinzentada e é chamada ainda de nogueira-da-índia e nogueira-do-ceilão.

Os frutos da nogueira são agrestes e possuem camada com sabor adstringente. São chamados também de nozes – e muito usados na culinária, assados ou em conservas.

Embora sejam fontes de ácidos graxos essenciais (colesterol bom), vitamina C e manganês, não podem ser consumidos da mesma forma por todas as pessoas.

As restrições ficam por conta de sensibilidade no estômago provocada por tanino, pois o nível de ácido é alto. Sendo assim, é bom evitar.

Outra possível consequência adversa é ter reação de hipersensibilidade, tal qual a irritação de pele ou nos olhos. A parte comestível da nogueira é a noz, que serve para produzir o óleo.

Na Roma antiga, era empregada na tentativa de combater enfermidades na cabeça. Uma crença que surgiu em função do aspecto da noz, que lembra o cérebro humano.

Outras culturas ligavam a forma da amêndoa ao cérebro do deus Júpiter (para os gregos, Zeus).

Existe uma lenda na qual Mitríade, famoso rei grego, imunizou-se contra venenos ingerindo as nozes da nogueira.

Já no contexto cristão, também contam que Eva teria levado uma grande quantidade de folhas de nogueira quando ela e Adão foram expulsos do paraíso. Precavida, Eva achava que as folhas poderiam ser úteis.

Na idade média, o chá das cascas da raiz de nogueira era bastante utilizado para tratar a sífilis.

A nogueira dispõe de possui propriedades tonificantes, vermífugas e hipoglicemiantes. Uma de suas indicações é o combate aos parasitas intestinais. Para isso, é necessário aproveitar as cascas dos frutos ainda verdes.

Para finalidade medicinal, é colhido o pericarpo extraído das nozes maduras. Uma fina camada desta parte da nogueira passa por secagem ao sol ou em um secador até ficar no tom castanho-escuro.

Pequenas folhas (folíolos novos) também são aproveitadas, secando rapidamente sobre grades antes de serem utilizadas.

E mais: o fruto da nogueira, em seu estado natural, serve até para decorar tortas, pães e bolos, entre outros itens da culinária.

Aprenda fazer o chá de nogueira

  1. Separe as folhas da árvore, na proporção de duas colheres de sopa da erva para cada litro de água
  2. Coloque a água em uma panela, despeje a nogueira e leve ao fogo
  3. Depois de alcançar fervura, deixe cozinhar por cerca de 10 minutos
  4. Desligue o fogo, tampe o recipiente e deixe o chá de nogueira descansar por mais 10 minutos
  5. Coe e beba, de duas a três xícaras dele por dia (verifique a dosagem ideal para cada caso com seu médico)

Espero que as informações sobre o chá de nogueira e a planta como um todo possam ajudar você a ter mais qualidade de vida. Converse com seu médico sobre a possibilidade de consumir a planta, e tenha mais saúde!

Até breve!

Recomendados para você: