Chá de pau-tenente: emagrecimento e digestão estão entre seus benefícios

Chá de pau-tenente

A planta conhecida popularmente como pau-tenente, quina ou quassia é oficialmente chamada de Quassia ama L. Ela brota em áreas tropicais, sendo perfeita para o nosso solo. O emagrecimento é um dos principais usos do chá de pau-tenente. Mas tem muito mais…

Embora ainda sejam necessários mais estudos para comprovar o efeito emagrecedor do pau-tenente, acredita-se que seu auxílio neste sentido estaria no fato de o chá estimular o funcionamento do fígado, que é o órgão encarregado de processar as gorduras.

A dieta seria favorecida ainda pelo impulso na produção de ácidos digestivos, melhorando a digestão e o aproveitamento de nutrientes por nosso corpo.

A planta é empregada também no tratamento de anemia, diarreia, sarampo e infecções; ajuda filtrar o sangue; favorece o aparelho cardiovascular; estimula o trânsito intestinal e combate parasitas.

Tudo isso graças às suas propriedades medicinais que incluem: capacidade depurativa, antiespasmódica, adstringente, febrífuga, vermífuga, digestiva e aperiente (‘Qualquer alimento ou bebida que abre o apetite e, por isso, se come ou se bebe antes de uma refeição’, segundo o Aulete).

Aqui é bom explicar o seguinte: a bebida contém de elementos que abrem o apetite e, ao mesmo tempo, é um chá que emagrece. Como assim? Parece estranho, concorda?

A resposta é que, quando ingerido de maneira errada, o chá de quina acaba causando o efeito contrário, isto é, provoca aumento de ingestão de alimentos.

Por isso, é fundamental, também, não abrir mão de alimentos saudáveis e integrais, além de moderar neles, porque chás, sozinhos, não fazem ‘milagres’. E, neste caso, pode até prejudicar a dieta, por incrível (e contraditório) que pareça.

O chá de pau-tenente é rico em pectina, quassina e taninos. E para aproveitar todas estas vantagens e substâncias, é só procurar a erva em algumas farmácias de manipulação ou lojas de produtos naturais.

Entenda melhor as funções medicinais do chá de pau-tenente

  • Combater espasmos – as substâncias presentes no chá de quina ajudam controlar os espasmos, que são movimentos involuntários do estômago, intestino ou bexiga. Eles provocam diarreia, vômito e dor.
  • Expulsar toxinas – a característica depurativa do pau-tenente faz dele uma ótima opção para eliminar as impurezas que ingerimos diariamente e as que resultam da digestão dos alimentos.

Resumidamente, os elementos depurativos servem para capturar as moléculas nos rins e no sangue, para que sejam conduzidas para fora de nosso corpo pela urina.

  • ‘Limpar’ gordura do sangue – é a função adstringente do chá de quassia. Além de auxiliar na perda de peso, a bebida atua no combate ao colesterol alto, um dos fatores das doenças cardiovasculares.
  • Potencializar a digestão – ao aumentar as secreções do estômago e intestinos, o pau-tenente não só facilita como, também, acelera o processo digestivo.

E mais: favorece o movimento peristáltico do intestino e aumenta o volume do bolo fecal, ou seja, inibe a constipação.

Como fazer chá de pau-tenente

O chá de quina pode ser feito com as folhas in natura, desidratadas ou em pó.

Para fins medicinais, são indicadas as folhas secas, o pó ou óleo do pau-tenente.

O aproveitamento de todos os benefícios citados hoje aqui depende do preparo correto e de seguir direitinho as instruções de consumo.

Faça assim:

  1. Coloque 1 litro de água filtrada e 2 colheres (sopa) de folhas ou pó de pau-tenente em uma panela
  2. Leve ao fogo, mas retire antes de começar a ebulição
  3. Desligue e abafe por 10 minutos

O ideal é tomar 2 ou 3 xícaras por dia da bebida.

Dicas, precauções e contraindicações

Antes de começar a consumir o chá de pau-tenente, certifique-se com seu médico e/ou nutricionista sobre cuidados em relação ao uso da planta.

Uma das precauções diz respeito ao consumo excessivo da bebida, capaz de provocar enjoo e vômito. Mais motivos para não exagerar na dose!

Pessoas que sofrem de úlceras e outros problemas de estômago não devem ingerir o chá de pau-tenente, pois ele agravará as doenças e desconfortos.

Gestante ou lactantes não podem consumir chá de quassia, uma vez que a erva contém substâncias nocivas à saúde do bebê em formação e à gravidez como um todo.

Cuide-se! Até breve…

Recomendados para você: