Chás para prisão de ventre: acerte o relógio do seu trânsito intestinal

Quando o intestino não funciona bem, o resto do corpo também sofre. O mau humor, a absorção inadequada de nutrientes e a pele ruim são algumas das consequências.


Chás para prisão de ventre são capazes de combater o problema, e sem os efeitos colaterais dos remédios tradicionais.

Afinal, tomar medicamento em excesso (geralmente por conta própria) pode prejudicar seriamente as funções intestinais.

Para conseguir um efeito laxante e aliviar a prisão de ventre de forma natural, aqui estão receitas dos principais chás:

Chás para prisão do ventre

Chá de sene e cáscara-sagrada

Ferva ½ litro de água com sene (20 g) e cáscara-sagrada (20 g) durante 15 minutos.
Coe, deixe esfriar um pouco e beba duas vezes ao dia.

A cáscara-sagrada e o sene contêm bioativos que provocam uma espécie de irritação no intestino, fazendo com que sua motilidade aumente e, portanto, as fezes sejam eliminadas.

O chá pode ser ingerido por crianças e adultos.

Chá de ameixa-preta

É muito fácil de fazer! Deixe três ameixas-pretas sem caroço de molho em um copo com água por toda a noite. Beba em jejum no dia seguinte.

A ameixa-preta é riquíssima em fibras que turbinam a capacidade dos intestinos de maneira leve, normalmente sem contraindicações. E também serve para adultos e crianças.

Chá de erva-cidreira (melissa)

O preparo do chá é assim: ferva a medida de 1 copo de água com 1 colher de sopa de sementes de erva-cidreira. Coe, espere amornar e beba (duas vezes por dia).

Chá de frângula

Ferva cascas secas de frângula (5 g) com 400 ml de água. Coe e beba 1 xícara do chá depois do almoço e jantar.
A frângula tem propriedades diuréticas e laxativas que auxiliam na expulsão das fezes e na redução do inchaço do corpo.

As bebidas acima podem ser consumidas de vez em quando para soltar o intestino quando a pessoa passa uns três dias sem evacuar ou se as fezes estão ressecadas e fragmentadas.

Às vezes, eles provocam uma cólica abdominal branda. Aí, a solução é tentar relaxar e beber mais água. Com o organismo mais hidratado, o bolo fecal é formado e expulso de forma mais adequada.

Além dos chás para prisão de ventre, a alimentação também precisa melhorar, com inclusão de produtos ricos em fibras, tais como os grãos integrais e frutas com casca, legumes, verduras, sementes etc.

Comidas industrializadas e fast food, definitivamente, não ajudam a manter a saúde geral em dia, principalmente a intestinal.

Prisão de ventre incomoda, atrapalha a vida e até a rotina sexual. Viver com a barriga inflada feito balão e, o pior, dolorida, ninguém merece!

Intestino travado? Prepare um chá para prisão de ventre e volte a ir ao banheiro como de costume. Tem gente que passa tantos dias sem evacuar que até esquece da última vez.

Geralmente, as mulheres têm mais problemas neste sentido. Seus intestinos são mais reativos a turbulências emocionais, por exemplo. Em certos casos, o mínimo sinal de preocupação já é suficiente para a coisa toda desandar.

Quer impulsionar seus cuidados com os intestinos? Crie o hábito de beber um copo de água morna logo que acordar, diariamente, para facilitar a saída dos excrementos e promover a regulação intestinal.

A água morna age circulando por todo o tubo digestivo em jejum, estimulando os movimentos peristálticos do intestino e permitindo que seu esvaziamento ocorra naturalmente.

E mais: mexa-se! Atividade física regularmente causa respostas mecânicas no intestino, eleva o fluxo de sangue em todo o abdômen, melhora o tônus muscular e, portanto, dá aquela forcinha para que o órgão mande bem todo santo dia.

Cuide-se! E até o próximo post com mais chás para prisão de ventre e outras dicas saudáveis!

Recomendados para você:

Compartilhe com seus amigos!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •