Matchá: como essa bebida pode ajudar no emagrecimento

Você já viu aqui os benefícios do chá-verde e chá-preto para a boa forma. Pois outro produto, também extraído da planta camellia sinensis, promete ser a sensação entre os que buscam curvas mais enxutas e bem-estar. É o Matchá.

O diferencial dele está no fato de conter mais aminoácidos, clorofila e l-teanina, que potencializam a rapidez da dissolução e eliminação da gordura. Fora isso, traz substâncias como as catequinas e a cafeína, que participam da estimulação do metabolismo e, portanto, da perda de peso.

O Matchá é diurético, ou seja, aliado no combate à retenção de líquidos e ao inchaço.

Não é possível definir com precisão o quanto alguém pode emagrecer com ajuda da bebida, porque isso varia de acordo com o organismo e hábitos de cada um.

Porém, pesquisas feitas em homens saudáveis que ingeriram o Matchá durante treinos com moderada intensidade revelam que eles conseguiram aumentar de 17% a 25% o nível de queima de gordura.

Origem e outros benefícios do Matchá

matchaO processo de produção do Matchá é diferente dos demais chás provenientes da camellia. É artesanal, obtido a partir das folhas mais jovens do chá-verde, originadas de plantações protegidas da exposição solar.

O vegetal é triturado sem pressa em um moinho de pedra, até que seja reduzido a pó. O resultado: um gosto herbal bastante destacado, que, para algumas pessoas, requer mais de tempo de adaptação do paladar para ser degustado.

O Matchá é rico em fibras, e pode auxiliar no controle do colesterol, além de estar associado a melhoras na recuperação das fibras musculares. Por isso, é indicado para os praticantes de atividades físicas com regularidade.

Outras vantagens da planta seriam: aumento da energia e redução no risco de câncer mamário, nos desagradáveis sintomas da TPM e no aspecto da celulite. E mais: ação antienvelhecimento, combate à oxidação e à inflamação.
Como se não bastassem todos esses pontos positivos, o Matchá ainda tem poucas calorias (somente três por porção), podendo ser excelente substituto de bebidas como leite desnatado com chocolate e cappuccino, com 140 e 74 calorias em uma xícara, respectivamente.

E já que é oferecido em forma de pó, o Matchá também pode ser ingrediente de iogurtes, vitaminas, bolos, sorvetes, pães e até smoothies.

Recomendações e precauções sobre o Matchá

Comprada em lojas de produtos naturais, essa erva precisa de precaução em seu consumo, cuja quantidade ideal sugerida é de 15 g a 20 g por dia. Se você está interessado em comprar, recomendamos a Natue, uma loja 100% segura onde você pode dividir no cartão.

O abuso de Matchá pode causar efeitos colaterais, como insônia, dor de cabeça e de estômago, irritabilidade, azia e diarreia. Tudo por causa da grande concentração de clorofila e cafeína presente na planta – não recomendada para pessoas com úlceras e gastrite.

Apesar de não ter uma contraindicação específica para o Matchá, crianças com necessidades nutricionais especiais, idosos e gestantes devem evitar seu consumo excessivo.

Infográfico: 8 Benefícios do Matchá

beneficios-matcha

Tomados os devidos cuidados, é só aproveitar essa novidade natural para deixar sua saúde e corpo ainda melhores. Consulte seu nutricionista e veja como potencializar sua dieta com o Matchá.

Recomendados para você:

Compartilhe com seus amigos!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •