Chás para bebês: prós, contras, receita e dicas

Criança chorando sem parar é de partir o coração. Fora o certo desespero que dá só de ver tanta lágrima caindo e não saber ainda o motivo. Ainda mais quando é o primeiro filho. Mas calma! Existem chás para bebê que ajudam a aliviar probleminhas e angústias – as dele e as suas, claro…

O chá de erva-cidreira é uma das soluções mais usadas para tratar a insônia, a cólica e outros incômodos que afetam os pequeninos logo nos primeiros meses fora do conforto do útero materno.

Porém, embora muito popular, o chá geralmente só pode ser oferecido às crianças com mais de seis meses.

Existem algumas ‘regrinhas’ quando o assunto é dar chás para bebês. Uma das razões é que, apesar de serem naturais, as ervas são capazes de causar alergias e outros efeitos colaterais em crianças muito pequenas.

Chás para bebês

Então, cuidado ao preparar receitas caseiras. Aliás, é um conselho que vale para os adultos também, e nunca deixamos de lembrar aqui no site.

Fora isso, a Sociedade Brasileira de Pediatria recomenda aleitamento materno exclusivo no primeiro semestre.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) orienta da seguinte maneira: assim como os demais líquidos, inclusive a água, os chás só devem ser introduzidos depois desse período.

É que o leite materno já fornece tudo o que as crianças necessitam nessa fase, e ainda tem o poder de proteger os bebês contra infecções, diarreia, pneumonia etc. Porém, tal efeito é prejudicado quando os pequenos passam a receber qualquer outro alimento, chá ou água.

Existem situações nas quais a mãe consome o chá na tentativa de fazer com que as substâncias calmantes passem para o filho por meio do leite. Mas o pediatra sempre deve ser consultado em relação a todo e qualquer tipo de erva e/ou método de ingestão.

Caso tenha aprovação, aqui está uma das receitas de chá de erva-cidreira para bebês:

Ingredientes

  • 1 colher (café) de erva-doce
  • 1 colher (café) de erva-cidreira
  • 1 colher (chá) de maçã desidratada
  • 200 ml de água filtrada

Como fazer

  1. Ferva a água em uma chaleira
  2. Acrescente a maçã desidratada e as ervas
  3. Tampe a mistura e deixe repousar por 5 minutos
  4. Coe, espere o chá esfriar e ofereça à criança em pequenas colheradas, sem adoçar – seja com açúcar ou mel

Algumas colheradas são suficientes. Nada de exageros, ok? O chá deve ser tomado antes da hora de dormir.

Saiba mais sobre dar chás aos bebês e crianças pequenas

A inquietação, o choro e a dificuldade para dormir são motivos de sobra para pensar logo em dar um chazinho ao pequenino. Faz parte de nossa cultura ter sempre uma receita caseira quentinha à base de plantas para aliviar os desconfortos mais diversos.

Normalmente, no caso das crianças, a ideia é resolver logo aquela cólica, indigestão, dor de barriga ou coisa parecida. Afinal, ninguém gosta de ver o filhote sofrendo, e uma plantinha não é nada demais… Entretanto, vimos hoje que não é bem assim.

Na verdade, a permissão varia conforme a idade e o tipo de chá. Alguns são liberados; outros precisam ser evitados.

E ainda: o volume de leite materno ingerido pelo bebê diminui quando ele começa a tomar outros líquidos, mesmo que a quantidade de mamadas seja ótima.

Nem todas as famílias seguem o que diz a OMS em relação aos chás para bebês antes dos seis meses de vida, ainda mais aqui no Brasil. Cerca de 20% dos brasileirinhos ingerem água ou chá antes disso.

Bem, cada família tem sua história, e espero que as informações divulgadas aqui sirvam para ajudar de alguma forma. Mas jamais devem substituir o acompanhamento médico, independentemente se a dúvida for sobre chás para bebês ou qualquer outra.

Até breve!

Recomendados para você:

Comments are closed.